Sharapova não ganhava na Rússia há sete anos: «Significa muito»

Por José Morgado - Janeiro 28, 2019
sharapova

Maria Sharapova, antiga número 1 mundial e melhor tenista russa de todos os tempos, somou esta segunda-feira a sua primeira vitória em solo nacional desde a Fed Cup… em 2012, ao apurar-se para a segunda ronda do torneio de São Petersburgo. A siberiana de 31 anos, que chegou aos oitavos-de-final no Australian Open na semana passada, não ganhava um encontro na Rússia em torneios WTA desde o Premier de Moscovo… em 2006!

“Sempre quis vir a São Petersburgo, mas nunca tive chance. Alegra-me que tenha vindo tanta gente apoiar-me, que tenha estado casa cheia. Estou muito contente por triunfar e ganhar um encontro na Rússia significa muito para mim”, assumiu em conferência de imprensa após o encontro.

Sharapova, que na segunda ronda vai medir forças com a jovem russa Daria Kasatkina, 13.ª WTA e número 1 do país, lembra que as condições de jogo nesta prova são totalmente diferentes de Melbourne. “É um torneio totalmente diferente. Indoor, o piso é mais lento porque aqui está muito mais frio. Mas eu tenho muita experiência na mudança rápida de condições. Não é novo para mim, ando cá há muitos anos. Contra a Kasatina vai ser uma batalha. Os fãs já sabem que vamos lutar muito. Espero que possamos jogar um grande encontro…”

A melhor tenista russa de sempre lidera o confronto direto diante da melhor russa da atualidade por 1-0. Arrasou-a por 6-0 e 6-2 nos oitavos-de-final do Open do Canadá, em Montreal, em 2018.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.