Shapovalov segue para os ‘quartos’ em Auckland e Fognini acaba eliminado

Por Tiago Ferraz - Janeiro 15, 2020
shapovalov-estocolmo
Foto: ATP Tour

Sortes diferentes para Denis Shapovalov e Fabio Fognini no ATP 250 de Auckland, na Austrália.

O tenista canadiano venceu, já esta quarta-feira, o canadiano Vasek Pospisil por 6-4 e 7-6(2) e garantiu um lugar nos quartos de final do ATP 250 de Auckland na nova Zelândia.

O encontro foi muito equilibrado e, prova disso, é que o set ficou resolvido apenas com uma quebra de serviço. Quem a fez foi Denis Shapovalov que, ao terceiro jogo (2-1), ganhou uma vantagem que não viria a perder até final de um set que conquistou com um parcial de 6-4.

Na segunda partida, os dois tenistas anularam-se, só se registaram dois breaks, um para cada lado, e o encontro seguiu para um tie-break. Nessa altura, Shapovalov foi mais feliz, conseguiu quatro minibreaks e venceu o set e o encontro por 7-6(2).

Fabio Fognini foi surpreendido pelo tenista espanhol Feliciano López que venceu por 3-6, 6-4 e 6-3.

O primeiro set foi muito equilibrado e esteve empatado até sexto jogo (3-3). O momento decisivo do set apareceu, no oitavo jogo  a favor de Fognini (5-3) que, logo a seguir, teve serviço na mão para vencer a partida inicial por 6-3.

Na segunda partida, o espanhol Feliciano López entrou melhor, chegou a estar a vencer por 3-0, mas Fognini reagiu, devolveu o break no quinto jogo (2-3) e empatou tudo logo a seguir (3-3).

O set resolveu-se no décimo jogo quando Fognini teve serviço para fazer o 5-5, perdeu o ‘saque’ e Feliciano López venceu para 6-4.

O terceiro set seguiu favorável a Feliciano López, que conseguiu a vitória devido a uma entrada fantástica no parcial: o espanhol fez o break bem cedo (0-2) e ficou a vencer por 3-0 com o jogo de serviço seguinte.

Até final, Feliciano López geriu a vantagem e confirmou um lugar nos quartos de final em Auckland. No acesso às meias-finais em Auckland Feliciano López vai defrontar Hubert Hurkacz, sexto cabeça-de-série, depois de uma jornada dupla bem sucedida.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.