Sem Federer e Wawrinka, Suíça confirma descalabro e desce para a 3.ª divisão na Taça Davis

Por Nuno Chaves - Março 8, 2020

Sem a presença de Roger FedererStan Wawrinka, já se sabia que o cenário para a Suíça era muito pouco animador, neste fim de semana de Taça Davis… e o pior cenário acabou mesmo por se confirmar.

A seleção suíça, que contou com Henri LaaksonenSandro EhratJohan NiklesAntoine BellierLuca Margaroli (o jogador com ranking mais cotado era Laaksonen, que ocupa apenas o 137.º posto) perdeu na América do Sul frente ao Perú, numa eliminatória que terminou com 3-1 para os sul-americanos.

Com este resultado, a Suíça desce para o Grupo II, o que por outras palavras significa a terceira divisão do ténis mundial, e continua a afastar-se da elite da modalidade, nesta competição.

Os helvéticos, chefiados por Severin Luthi (um dos treinadores de Federer) não jogam com as duas maiores refências desde 2015 e, tal como Federer e Wawrinka vão dando a entender, voltar à seleção parece não estar nos planos.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.