Roger Federer: «Sei que devia ser o número 800 do ranking mundial»

Por Nuno Chaves - Maio 17, 2021

Dois meses depois, Roger Federer está novamente de regresso, desta vez, para jogar um novo ATP 250 mas em Genebra e em terra batida.

O número oito mundial tem sido um dos maiores beneficiados devido ao congelamento do ranking, uma situação que o próprio tem perfeita consciência. “Sei que devia ser o número 800 do ranking já que não joguei nada nestes meses. De qualquer forma, se o meu joelho e o meu estado físico não estiverem a 100% não vou fiar ali para sempre. Se conseguir estar a 100% e a jogar bem, isso vai significar que sou melhor que o número 800. Estes dois meses que se passaram desde Doha ganhei força, resistência e flexibilidade, não houve qualquer contratempo”, afirmou na antevisão ao ATP de Genebra.

Federer também revelou há dias que já se encontra vacinado contra a Covid-19. O helvético voltou a justificar o porquê. “Estou muito contente por me ter vacinado, sobretudo tendo em conta a quantidade de viagens que o meu trabalho requer. Estar vacinado são só vantagens, ainda que o mais importante seja não infetar ninguém, por isso, a minha família e eu vamos continuar a ser extremamente cuidadosos”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.