Robredo: «Oxalá que seja o início da minha recuperação no ranking»

Por admin - 19 Maio, 2018

Tommy Robredo continua a mostrar um nível de jogo muito interessante no Lisboa Belém Open. O antigo top 5 mundial apurou-se este sábado para a final da prova lisboeta, após um triunfo diante de Sebastian Ofner e vai agora defrontar na partida decisiva, o chileno Christian Garin, que bateu Pedro Sousa.

Em conferência de imprensa, Robredo analisou a vitória. “Creio que tive um pouco de sorte pois no primeiro jogo do segundo set ele teve ponto de break e atirou para fora, dando-me a oportunidade de recuperar. A partir daí estive melhor, a jogar mais profundo, mais ativo fisicamente e o jogo foi mudando pouco a pouco. Depois houve uma troca de breaks mas eu já estava com uma dinâmica muito melhor. No terceiro set foi a confirmação de que o jogo tinha mudado”, confessou o espanhol.

Questionado sobre o apoio que tem vindo a receber nos últimos anos da sua carreira, o tenista de 36 anos disparou. Quando as pessoas estão habituadas a ver-te jogar em Masters 1000 ou Grand Slams e depois vais para Challengers tens menos gente a seguir-te mas o importante são os meus amigos e a minha família”.

“Eles ficam contentes que eu chegue a uma final, seja num Challenger ou num Campeonato Nacional. Eu estou muito feliz porque levava muitos meses sem ganhar quatro encontros seguidos e isto ajuda-me muito para ganhar confiança. Oxalá seja o início de recuperar boas sensações e voltar a subir no ranking”, afirmou.

Recorde-se que a final do Lisboa Belém Open está agendada para este domingo às 11 horas, de Portugal Continental.

Fotografia: Fernando Correia