Robredo diz adeus ao ténis: «Foi uma aprendizagem para a vida, não posso pedir mais»

Por Nuno Chaves - Abril 19, 2022

Tommy Robredo, um dos grandes nomes do ténis espanhol da última década, colocou esta segunda-feira um ponto final numa carreira com mais de 20 anos, depois de uma derrota clara na primeira ronda do ATP 500 de Barcelona.

Apesar do desaire, o sentimento de Robredo era de felicidade e de gratidão, por tudo o que viveu ao mais alto nível. “Estou contente por todos os anos no circuito, todos os momentos que a minha carreira me deu. Foi uma aprendizagem para a vida. Com dois anos peguei numa raquete e deixei-a aos 40, por isso, não posso pedir mais. Quero agradecer a todos os que me ajudaram em algum momento. Foi uma viagem muito bonita”, admitiu em conferência de imprensa.

Robredo também revelou como é que se preparou para o último encontro da carreira. “Dormi bem (risos). O certo é que quando cheguei ao clube e vi alguém conhecido aí entraram um pouco os nervos, mas em geral levei bem. O facto de não ter jogado tanto nos últimos tempos permitiram-me lidar melhor e consegui desfrutar ao máximo. Se o encontro começasse um pouco mais equilibrado talvez pudesse ter dado mais luta, mas o Bernabé fez um grande encontro e não me deixou entrar”, confessou.

E agora… vem aí uma nova fase. “Tenho vontade de estar em casa tranquilo, de ir dormir e não pensar que amanhã tenho de acordar às 9 horas da manhã para ir treinar. Tenho vontade de desfrutar, de ter umas férias no verão, de ter férias com a minha família”, admitiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.