Rezai não esquece encontro com Michelle Brito: «Recebi ameaças e insultos de portugueses»

Por José Morgado - Maio 11, 2020
rezai-michelle

Aravane Rezai, antiga top 15 mundial, quebrou este domingo o silêncio numa longa entrevista para o site espanhol ‘Punto de Break’, onde abordou uma série de temas relacionados com a sua carreira, nomeadamente no que diz respeito à relação muito tóxica que tinha com os seus treinadores Patrick Mouratoglou e o seu pai.

E o tema que também não faltou… foi o célebre encontro com Michelle Larcher de Brito na terceira ronda de Roland Garros em 2009. A portuguesa, então com 16 anos e já no top 100 WTA, era considerada uma das ‘Next Big Things’ do ténis feminino e Rezai não gostou nada disso, implicando… com o seu grito. “Ela estava a jogar muito bem naquela altura. Era número um mundial de juniores [a portuguesa nunca foi número um mundial de juniores mas era nessa altura, de longe, a melhor tenista do Mundo com a sua idade] e eu não podia permitir que ela fizesse aquilo no meu país, no meu torneio. O problema não era ela gritar, mas sim o facto do grito dela ser tão longo que interferia com a minha pancada. Isso não era justo. Muitas jogadoras não tinham a coragem de fazer aquilo que eu fiz, mas eu tive. Não se pode gritar daquela forma, vai contra a beleza do desporto.”

Rezai denunciou depois publicamente ter recebido ameças de fãs portugueses (diz ela) e reforça essa ideia 11 anos depois. “Recebi um monte de insultos de fãs portugueses, ameaças. Não me importei com nada disso. Esse foi um ano muito complicado fora do court.”

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.