Pouille separa-se do seu treinador de longa data

Sem surpresas: Lucas Pouille, caído para fora do top 30 depois de uma segunda metade de época de verdadeiro pesadelo, decidiu separar-se do seu treinador de longa data, o compatriota Emmanuel Planque, com que trabalhou até à última semana.

O gaulês, que tem sido aconselhado por Tommy Haas nos principais torneios, chegou a ser top 10 em março deste ano, mas desde então praticamente deixou… de ganhar qualquer encontro.

É previsível que Pouille ainda compita em 2018, na final da Taça Davis.