Portugal estreia-se no Mundial de Veteranos com vitórias no escalão de +35

Por Bola Amarela - Julho 31, 2022

A jogar em casa, Portugal estreou-se, este domingo, no Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas com vitórias das seleções masculina e feminina do escalão de +35, ambas no Complexo de Ténis do Jamor.

Logo pela manhã, Rui Machado (ex-número 59 do ranking ATP) representou Portugal pela primeira vez em competições de veteranos e fê-lo com um triunfo autoritário por 6-2 e 6-0 contra o austríaco Harald Schachinger.

Depois, Fred Gil (ex-número 62 ATP e já mais experiente em veteranos, com dois títulos de campeão nacional e, sobretudo, quatro medalhas no Mundial de veteranos de 2021) confirmou a vitória ao aplicar os parciais de 6-3 e 6-2 a Martin Zehetner.

O encontro entre Portugal e Áustria concluiu-se com a vitória de Fred Gil e Gonçalo Nicau em pares, por 6-2 e 6-2 contra Schachinger e Zehetner, que assegurou o primeiro lugar da seleção nacional no Grupo A da Italia Cup. Segunda-feira será dia de descanso e, na jornada seguinte, a equipa da casa lutará pelo apuramento para os quartos de final contra a Croácia.

A fechar a jornada, e no mesmo escalão, também a seleção feminina entrou com uma vitória neste Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas.

Na Suzanne Lenglen Cup, Portugal venceu a Polónia por 2-1, com Rita Freitas a derrotar Olesja Szpak por 6-0 e 6-0, no encontro inaugural, e a regressar ao court ao lado de Neuza Silva (ex-133 WTA) para derrotar Szpak e Barbara Maciocha por 6-3 e 6-2 no par decisivo. Pelo meio, Frederica Piedade (ex-142 WTA) perdeu por 6-2 e 6-0 com Maciocha.

Ainda no Complexo de Ténis do Jamor, as seleções masculina e feminina de +40 não conseguiram obter vitórias: nas senhoras, Portugal perdeu por 3-0 com a Argentina. Isaura Faria foi a primeira escolhida para subir ao Court 1 e saiu derrotada por Maria Victoria Domina com os parciais de 6-3 e 6-0; depois, a capitã Inês Moura não conseguiu impor-se face a Silvina Delgado, que venceu por 6-1 e 6-2, e no par as mesmas protagonistas lusas uniram forças e cederam perante as mesmas opositoras dos singulares com parciais mais equilibrados (6-2 e 7-5).

Nos senhores, o conjunto luso iniciou a Tony Trabert Cup com um triunfo de Mauri Brito Gomez sobre Tim Webster, por 6-1 e 7-6(4), mas a Grã-Bretanha igualou por intermédio de Anthony Perkins (6-3 e 6-2 a Matthieu Garcia) e celebrou a reviravolta no par, com Perkins e Jim May a vencerem Garcia e João Marques por 6-3 e 6-1.

No Club Internacional de Foot-Ball, a seleção masculina de +45 perdeu por 2-1 com a Alemanha. O conjunto visitante venceu os dois singulares, com Franz Stauder a derrotar António Moura por 6-2 e 7-6(1) e Christian Schaeffkes a impor 6-2 e 6-1 a David Coelho, mas no par a equipa de Portugal conseguiu um ponto importante graças ao triunfo de Lourenço Santos Lima e Luís Sousa Pinto por 6-2, 0-6 e 10-4 perante Matthias Hahn e Dirk Stoebitsch.

A única equipa portuguesa que não foi a jogo nesta primeira jornada do Campeonato do Mundo de Veteranos foi a seleção feminina de +45, que realizará o encontro de estreia na segunda-feira, nos courts de terra batida do Clube de Ténis do Estoril, frente à Suécia.

Bola Amarela