Portugal em discurso direto: “condições” perfeitas em Viana para uma “eliminatória difícil”

Por José Morgado - Setembro 14, 2022
Sara Falcão/FPT

A seleção portuguesa da Taça Davis passou esta quarta-feira pela sala de imprensa do Centro de Congressos de Viana do Castelo, onde se vai disputar o confronto entre Portugal e Brasil, na sexta-feira e sábado.

RUI MACHADO

O que espera da eliminatória?

“Estamos à espera de uma eliminatória difícil e renhida, diante de uma equipa com bons jogadores de singulares e pares. A Taça Davis é isso mesmo, mas estamos a jogar em Portugal e sempre que jogamos em Portugal temos bons resultados.”

Porquê piso rápido indoor?

“Piso rápido indoor porque temos jogadores que jogam bem em todos os pisos e esta escolha vem dar um bocadinho seguimento às condições em que já estavam a jogar. E a ideia é dificultar também um pouco a vida à equipa adversária. Durante muitos anos jogámos sempre fora nestes pisos contra equipas europeias. O ponto principal é, no entanto, a boa adaptação dos nossos jogadores.”

Viana traz boas memórias

“Inicialmente preocupei-me com as condições de jogo — piso e bolas — e a Federação trata do resto. Mas há algo que todos sabemos: é que em Viana somos muito bem recebidos e tivemos muito boas experiências aqui. É uma cidade que fica no coração.”

JOÃO SOUSA

Boas sensações

“Sinto-me bem. Tudo o que conseguimos controlar está do nosso lado para esta eliminatória. Viana é de boas memórias pelas vitórias e pelo ambiente. A expectativa é ter esse ambiente, espírito. Tem corrido tudo bem. Eu sinto-me bem, preparado para ajudar a equipa, temos um lote de jogadores com grande nível e estarei preparado para representar Portugal da melhor maneira.”

Análise aos brasileiros

“Como disse o Rui, é uma equipa brasileira muito jovem, mas experiente no circuito. O Thiago é top 100 há muito, o Rafael Matos é top 50 de pares, o Felipe e os outros dois mais jovens também têm experiência e são ambiciosos. Somos conscientes disso e temos de pensar mais em nós do que neles.”

NUNO BORGES

De volta à Davis após dias memoráveis na Maia

“Fui decisivo na Maia mas isso é passado. Eliminatória nova contra jogadores novos em condições diferentes. Espero voltar a ser decisivo. Vai ser uma boa eliminatória diante de grandes adversários.”

GASTÃO ELIAS

Condições são as ‘ideais’

“Tem sido ótimo. Mau era termos escolhido as condições e não gostar delas. Não nos podemos queixar e temos a certeza que vai ser um ambiente extraordinário. Fomos nós que fomos atrás de conseguir um campo mais benéfico para nós e é isso que nós temos. Ainda temos mais uns treinos até sexta e espero que até lá possamos melhorar ainda mais.”

FREDERICO SILVA

De volta à equipa

“Estou bem e feliz por voltar à seleção. Não temos muitas eliminatórias em Portugal neste piso mas acho que foi uma ótima escolha para nós. No dia do jogo estaremos preparados. Nós e o capitão”.

FRANCISCO CABRAL

Segunda eliminatória com a seleção

“Estávamos na brincadeira a decidir se ainda sou um caloiro ou não. Sinto-me mais experiente e mais preparado. Na Maia correu tudo super bem. Agora sinto-me mais confiante para ajudar. Os bons resultados e as vitórias trazem isso.”

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.