Oficial: o VAR também chegou ao ténis

Por José Morgado - Outubro 26, 2018

Mais de uma década depois da introdução do olho de falcão, o ténis vai estrear durante as ATP NextGen Finals de Milão o VAR (vídeo árbitro), que nos últimos anos tem sido utilizado em Portugal, nomeadamente no campeonato português.

O torneio que reúne os melhores jogadores do Mundo com 21 ou menos anos será utilizado como teste para a tecnologia, que vai ajudar a resolver outros problemas para além das chamadas de bola dentro ou fora: faltas de pé, duplos toques e até possíveis situações em que as chamadas são (ou não) tardias.

Recorde-se que as ATP NextGen Finals já contam com uma série de regras particulares:

  1. Os encontros são há melhor de cinco ‘short sets’ [até aos 4 jogos, com tie-break a 3-3];
  2. Os jogos não têm vantagens. E, pela primeira vez, quem escolhe o lado no ponto de ouro… é quem serve;
  3. O período de aquecimento são cinco minutos exatos desde que o jogador entra em campo até ao primeiro ponto, obrigando ao encurtar de rotinas;
  4. Olho de falcão é ao vivo e permanente. Não há juízes de linha em court;
  5. Os jogadores podem receber instruções dos treinadores entre sets;
  6. Não há let. Se a bola tocar na tela e cair dentro no serviço… joga-se o ponto normalmente;
  7. Só é permitido um Medical Time Out por encontro a cada jogador;
  8. Cronómetro para contabilizar os 25 segundos entre pontos;
  9. Court não tem linhas de pares, apenas singulares;
  10. O público pode movimentar-se livremente nas laterais.
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.