O agradecimento de Murray a Judy: «A melhor forma de me sentir melhor é ter um grande abraço da minha mãe»

O dia 11 de janeiro de 2019 vai ficar para sempre na memória de Andy Murray. O britânico surpreendeu tudo e todos ao anunciar o fim da carreira, devido à lesão na anca que teima em não desaparecer.

O antigo número um mundial reagiu nas redes sociais e publicou uma fotografia com a sua mãe, agradecendo todo o apoio recebido durante o dia. “A melhor maneira de me sentir melhor depois dum dia complicado é um grande abraço da minha mãe, pode ler-se.

“Comoveram-me todas as vossas mensagens e apoio durante o dia. Significa muito e fez-me sentir muito melhor que o momento em que acordei de manhã. Muito obrigado”, referiu Murray.

Recorde-se que o tenista de 31 anos joga esta segunda-feira a primeira ronda do Open da Austrália frente a Roberto Bautista Agut, naquele que pode ser o seu… último encontro da carreira.