Norrie bate um Murray combativo, Rublev resiste a Fognini e Auger-Aliassime arrasa em Cincinnati

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 17, 2022

Andy Murray continua a lutar e a dar tudo para recuperar o seu melhor nível, sendo que voltou a mostrar-se mais perto do ténis de antigamente… embora isso não tenha sido suficiente para derrubar Cameron Norrie. Com um lugar nos oitavos-de-final do Masters 1000 de Cincinnati em discussão, o duelo entre britânicos foi uma dura batalha que caiu para o lado do número 11 do Mundo.

Norrie resistiu com os parciais 3-6, 6-3 e 6-4, num encontro em que o antigo líder do ranking ATP teve as suas oportunidades para garantir um triunfo que seria marcante. Murray teve um break point a abrir a segunda partida, mais três quando perdia por 5-3, e já no terceiro parcial beneficiou de três a 3-2, acabando mesmo por ceder.

O esforço foi tal que Murray teve de ser logo assistido mal terminou a batalha de mais de duas horas e meia, sendo que Norrie fica agora à espera de Casper Ruud ou Ben Shelton.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//twitter.com/TennisTV/status/1559954884014874624

Outro favorito a apanhar um susto foi Andrey Rublev. O número oito do Mundo chegou a ter um mini-break de desvantagem no tie-break da segunda partida, mas deu a volta e resistiu contra Fabio Fognini, que procurava a sua melhor vitória desde outubro de 2019. O russo cravou os parciais 6-7(7), 7-6(3) e 6-2, esperando agora por Nick Kyrgios ou Taylor Fritz.

Felix Auger-Aliassime não precisou de dramas para arrasar Alex de Minaur. O jovem canadiano gastou 1h18 apenas para celebrar com os parciais 6-3 e 6-2, sem margem para dúvidas. Agora vai defrontar Jannik Sinner ou Miomir Kecmanovic.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.