Nadal: «Foi um dia triste, o Ferrer merece mais do que uma ovação»

Por José Morgado - 25 Abril, 2019

Rafael Nadal, número dois mundial e 11 vezes campeão do ATP 500 de Barcelona, em Espanha, colocou esta quinta-feira um ponto final na última participação de David Ferrer na prova catalã, ao eliminar o seu amigo de longa data e compatriota nos oitavos-de-final do Troféu Conde Godó.

No final do encontro, Nadal não ignorou que este se tratou de um encontro especial. “É um dia muito complicado, muito triste. O David Ferrer é o companheiro de uma vida. De muitas batalhas, emoções. Foi muito triste para mim. Ele merece muito mais do que as nossas ovações. Merece tudo”, desabafou o espanhol de 32 anos, que admitiu ter melhorado muito face ao seu primeiro encontro no Real Club Ténis de Barcelona. “Foi muito melhor, não teve nada a ver”.

Nadal confessou ainda os aspetos em que acha que Ferrer o ajudou a melhorar. “Sempre foi um adversário duríssimo, ainda que o confronto direto seja claro (26-6). Os nosso encontros foram sempre muito duros e obrigou-me sempre a trabalhar muito para derrotá-lo. É um grande jogador. Apanhou a era dos Big Four e para ganhar qualquer torneio grande tinha sempre de vencer pelo menos dois de nós, o que naturalmente não era fácil. Merece muito mais do que a carreira que teve.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.