Nadal: «2020 está perdido, mas acredito no Australian Open em 2021»

Por Tiago Ferraz - Maio 5, 2020
rafael-nadal

O tenista espanhol Rafael Nadal deu uma entrevista ao El País onde abordou o modo como a crise da pandemia de coronavírus está a afetar todo o planeta.

“Ninguém podia esperar isto, surpreendeu-nos a todos. Acho que houve um erro por parte dos dirigentes porque deveriam ter acesso à informação e tomar medidas de prevenção. Penso que todos devemos reconhecer os nossos erros porque nos humaniza. A mim também me surpreendeu isto. Estava preparado para jogar Indian Wells sem pensar no que aí vinha”, revela, citado pelo Punto de Break.

O tenista maiorquino deixou ainda um aviso para o futuro e teme que as lições desta pandemia sejam, rapidamente, deixadas para trás:

“O melhor que cada ser humano tem é a sua capacidade de adaptação e o pior é a rapidez com que se esquece das coisas. Espero que isto tenha sido uma aprendizagem, mas temo que tudo isto se esqueça rapidamente e que voltemos a fazer asneiras. Só damos valor às coisas importantes como a saúde, a família e o facto de termos comida todos os dias”, revela.

Rafael Nadal revela também que não está otimista sobre o possível cenário de regresso do circuito ainda no ano de 2020:

“Infelizmente, não acredito que voltemos aos courts em 2020, mas já acredito que se jogue o Australian Open de 2021, é o que me preocupa neste momento. Vejo 2020, praticamente, perdido”, salientou.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.