Murray sobre o futuro: «Se não voltar a jogar vou ficar tranquilo»

Por Nuno Chaves - 9 Junho, 2019

Depois da tempestade vem a bonança, que o diga Andy Murray. O britânico, no início do ano anunciou o final da carreira em 2019, mas depois da operação à anca, parece estar de regresso e vai jogar pares em Queens.

Numa entrevista à Amazon Prime Video, o antigo número um mundial falou sobre o seu antigo espírito. “Durante todos os problemas de lesões que tive, o ténis era o mais importante para mim e voltar aos courts era tudo o que me fazia feliz”, afirmou.

Agora tudo é diferente. “A partir do momento que deixei de ter dores e comecei a desfrutar de fazer outras coisas divertidas com os meus amigos e família, estou bastante relaxado sobre esse tema, sobre se vou competir ou não. Se não o fizer não vou ficar tão triste ou preocupado como antes”, confessou Murray.

Murray recordou ainda aquela conferência de imprensa em Melbourne. “Foi um momento difícil para mim porque simplesmente não sabia o que ia acontecer e tinha a sensação de que não ia voltar a jogar”, contou.

“Os jogadores apoiaram-me muito e isso foi agradável, naquilo que foi um momento emocional e duro para mim. Às vezes, há jogadores que vêm ter comigo e me perguntam como estou. Se voltar a jogar vou ter uma perspetiva completamente diferente das coisas”, deixou a garantia, o tenista escocês.

“Será muito diferente e gostava de desfrutar muito mais e experimentar coisas diferentes, não só no êxito e na vitória. No êxito era o que eu pensava sempre, agora percebo que isso não é realmente o mais importante. Também estarei tranquilo se não voltar a jogar”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.