Murray sabe o que é estar na pele de Del Potro: «É uma situação incrivelmente difícil»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 7, 2022

Juan Martín Del Potro anunciou que o pesadelo que tem vivido devido às lesões o deverá obrigar a colocar um ponto final na carreira logo depois de regressar à ação em Buenos Aires e no Rio de Janeiro. O antigo top 3 mundial deu uma conferência de imprensa extremamente emotiva, fazendo lembrar a que teve Andy Murray como protagonista no Australian Open de 2019, quando afirmou que o fim estava à vista.

Ora, Murray continua na luta depois de colocar uma anca de metal, mas mostrou-se solidário com Del Potro, garantindo que sabe melhor do que ninguém o que é estar na posição do argentino: desde a vontade de se retirar às dores no dia-a-dia que levam a pensar nessa decisão.

“Espero que ele esteja bem. Lamento por ele. Sei que é uma situação incrivelmente difícil. Mas espero que ele consiga acabar de forma positiva, com todos os fãs a vê-lo, uma grande atmosfera. E que ele possa estar sem dores”, começou por afirmar.

Murray falou ainda sobre as dificuldades que se vivem quando ninguém está a ver. “Os tempos mais complicados e tudo aquilo por que temos de passar não é filmado. Deve ter sido tudo inacreditavelmente complicado para ele. Nem sei bem o que dizer. Simplesmente sei o que é estar naquela posição. Sentes que estás a sofrer muito e a maior parte do tempo sozinho”, acrescentou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.