Murray é Personalidade do Ano, mas não graças à sua mulher: «Disse-me há uma hora que não votou em mim»

Por admin - Dezembro 20, 2016

Andy Murray voltou a não estar presente fisicamente na cerimónia da BBC que o consagrou como a Personalidade Desportiva do Ano no Reino Unido pela terceira vez, mas não deixou de receber o prémio e fazer os agradecimentos da praxe por videoconferência.

Primeiro a equipa técnica, depois a família e, por fim, um agradecimentos especial à sua filha e à sua mulher, Kim Sears, sobre quem aproveitou para fazer uma revelação e deixar uma espécie de aviso, deixando uma vez mais evidente que a falta de descontração e de bom humor são exclusivos do court.

“Tenho um assunto para resolver com a minha mulher, porque confessou há uma hora que votou no Nick Skelton. Não foi muito inteligente da parte dela, com o Natal aí à porta”.

Nick Skelton, que ficou em terceiro lugar na contagem de votos, revelou-se satisfeito por ter sido a escolha de Kim Sears, mas lamentou que não tenha votado mais vezes. “Não votou as vezes suficientes”.