Murray e o caso Djokovic: «Ainda há perguntas sem resposta»

Por José Morgado - Janeiro 11, 2022
murray-djokovic

Andy Murray, ex-número um do Mundo e bom amigo de Novak Djokovic, continua muito confuso em relação a tudo aquilo que se está a passar com o sérvio de 34 anos, que depois de ter estado quase uma semana detido num hotel de quarentena está agora livre para poder treinar e (até ver) competir na Austrália.

“É positivo que não esteja detido. Ganhou nos tribunais e isso é bom para ele. Espero que agora possa concentrar-se no ténis, mas a verdade é que há uma série de questões que ainda têm de ser respondidas. De qualquer forma, eu estou aqui para falar sobre mim e não sobre os outros. Vim para a Austrália para ganhar encontros, torneios e é frustrante não poder falar sobre isso. Espero que possamos passar a página enquanto não tivermos todas as respostas para analisar melhor a situação”, afirmou o escocês, que derrotou o norueguês Viktor Durasovic na primeira ronda do ATP 250 de Sydney.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.