Mouratoglou: «Lembro-me de ver Djokovic aos 17 anos e eu não pensava: ‘Uau, é incrível!’»

Por Bola Amarela - Dezembro 11, 2021

Ao contrário do que se possa pensar, Novak Djokovic não tinha um talento infalível que se via a quilómetros de distância quando era um jovem. Não é opinião nossa. É uma ideia defendida por Patrick Mouratoglou, conceituado treinador que explica o que sempre se destacou no atual número um do mundo e o que tem feito a diferença ao longo dos anos, incluindo no início da carreira.

“Lembro-me de ver Djokovic aos 17 anos e eu não pensava: ‘Uau, é incrível! O ténis dele é incrível!’. Não, mas ele tem uma mentalidade inacreditável. Tem a derradeira mentalidade de campeão, tal como a Serena”, apontou o técnico do norte-americano no seu Instagram. “Eles evoluíram o seu ténis. Tal como Lleyton Hewitt. Olha-se para o Lleyton e não se pensa que o ténis dele era incrível, mas foi número um do mundo porque tem mentalidade de campeão”acrescentou.

Nesse sentido, Mouratoglou sustentou esta ideia. “Com os campeões, eles têm a mentalidade e a mentalidade constrói o ténis. Tem tudo a ver com a cabeça e isso é verdade para tudo. Alguns jogadores que conheço são campeões na mente deles, por isso sei que na segunda vida deles depois do ténis vão ter sucesso”, rematou.

Bola Amarela