Mouratoglou defende Zverev: «Não gosto de ver toda a gente cair-lhe em cima»

Por José Morgado - Março 22, 2022

Patrick Mouratoglou, francês que é um dos treinadores mais famosos do ténis mundial, saiu esta terça-feira em defesa de Alexander Zverev, alemão que recentemente se viu em problemas depois de ter sido desqualificado no ATP 500 de Acapulco, onde não andou longe agredir um árbitro de cadeira. O gaulês não gostou de ver o coro de críticas ao tenista germânico, que entretanto foi multado e sancionado com pena suspensa.

“Quando vi o que se passou percebi que ele ia ficar em apuros. Ele foi longe demais, parece-me evidente. Há que haver limites para situações como esta. A curta prazo, numa modalidade onde todos são instruídos a ter um comportamento perfeito, aquilo que ele fez causa-lhe danos a curto prazo, mas creio que a longo prazo já ninguém se vai lembrar. O ATP tem de tomar medidas”, começou por afirmar, antes de se atirar a quem aproveitou para cair em cima do alemão. “Não gosto nada que quando uma pessoa erra as outras todas lhe tentem cair em cima. Foi demais. Na nossa modalidade toda a gente acha que os jogadores devem agir de forma perfeita em todas as situações. E claro que, no ténis, todas as pessoas esperavam medidas e sanções duríssimas. Se sancionássemos jogadores de futebol da mesma forma que sancionamos tenistas, 90 por cento deles nunca mais jogariam na vida”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.