Motivos para (finalmente) sorrir? Tsonga arrasa Gasquet e deixa boas indicações para 2022

Por Nuno Chaves - Dezembro 20, 2021

Aos 36 anos e num modesto 263.º posto do ranking mundial, Jo-Wilfried Tsonga quer dar uma nova chance à sua carreira, depois de nos últimos anos ter estado constantemente lesionado.

Se vai conseguir, isso ainda é uma incógnita, no entanto, pela primeira vez em muito tempo, o carismático francês tem motivos para sorrir e que lhe podem dar algum alento para 2022.

É que Tsonga conquistou neste fim-de-semana um torneio de exibição jogado em França, na Normandia, após aplicar um verdadeiro corretivo a Richard Gasquet, triunfando por 7-5 e 6-0.

Tsonga, recorde-se, não compete oficialmente desde Wimbledon e a sua última vitória no circuito mundial aconteceu na primeira ronda do ATP 250 de Marselha, que se jogou em março deste ano.

Há dias, também por França, Tsonga já tinha chegado à final de outro torneio de exibição – aí perdeu para Alex De Minaur.

O gaulês, recorde-se, tem como desejo disputar o Australian Open, no entanto, a Federação de Ténis Francesa decidiu, ao que tudo indica, dar o wild card a outro jogador.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.