Mesmo a lutar e a melhorar, Murray não evita queda para o pior ranking em dois anos

Por Bola Amarela - Outubro 13, 2021

É notório que Andy Murray parece estar a evoluir e a aproximar-se daquilo que foi outrora o seu nível. No entanto, isso não evita que o antigo número um do mundo se prepare para dar um grande trambolhão no ranking ATP. É que o seu percurso no Masters 1000 de Indian Wells – caiu na terceira ronda frente a Alexander Zverev – não foi suficiente para mitigar a perda de pontos chave… de 2019.

Em causa está o título no ATP 250 de Antuérpia, há precisamente dois anos, sendo que Murray, atual 121.º do mundo, tem uma queda prevista de pelo menos 51 lugares para o 172.º posto. Trata-se da sua pior classificação desde que entrou para o torneio belga como número 243 da hierarquia mundial masculina, sendo que saltou para 126.º por ter arrebatado o título na final frente a Stan Wawrinka.

Trata-se de mais uma pedra no caminho do jogador de 34 anos, que procura recuperar o seu lugar no top 100 e o melhor nível para discutir títulos e novos feitos.

Zverev derrota Murray pela primeira vez e está nos ‘oitavos’ em Indian Wells

Bola Amarela