Meias-finais da Taça Davis: Sérvia sem estrelas, Austrália com Kyrgios

Por admin - 5 Setembro, 2017

Para além das convocatórias dos jogadores que irão representar as respetivas nações no fim-de-semana de 15 a 17 de setembro, incluindo a equipa da Alemanha, foram também divulgados os quartetos eleitos pelos respetivos capitães para as meias-finais da Taça Davis. A Sérvia, de Nenad Zimonjic, vai sem qualquer estrela para o duelo diante da França, ao passo que Nick Kyrgios parece estar recuperado a tempo para defrontar a Bélgica.
A França, que já não vence a Taça Davis desde 2001 (perdeu as finais de 2002, 2010 e 2014), assume-se como a clara favorita para o duelo diante da Sérvia, contando com o ténis de Jo-Wilfried Tsonga e de Lucas Pouille como as principais armas, apoiados por Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut. Yannick Noah, o capitão, terá ainda o apoio do público como um fator a seu favor, dado que a eliminatória se disputará na terra-batida de Lille.


Sem nomes como Novak Djokovic, Janko Tipsarevic ou Viktor Troicki, que em outros tempos ajudaram a Sérvia a conquistar um glorioso título em 2011, Nenad Zimonjic terá novamente o papel duplo de capitão e de jogador, alinhando com Dusan Lajovic, número 85 do mundo, Laslo Djere e Filip Krajinovic.


Já a Austrália, capitaneada por Lleyton Hewitt, terá sangue jovem a disputar um lugar na final pela primeira vez desde 2003. Nick Kyrgios parece estar convicto de que estará a 100% depois dos problemas físicos que o assolaram neste Open dos Estados Unidos e faz parte do quarteto, composto ainda por Jordan Thompson, Thanasi Kokkinakis e John Peers.


Depois de uma viagem a Bruxelas, a equipa australiana terá a dura tarefa de passar por cima de David Goffin, Steve Darcis, Ruben Bemelmans e de Joris de Loore, uma equipa muito semelhante àquela que em 2015 disputou a final diante do Reino Unido. A meia-final disputa-se também sobre a terra-batida, em condições indoor.