Marian Vajda revela conversa chave com Novak Djokovic

Por Nuno Fonseca - Novembro 30, 2018
marian-vajda-djokovic
Novak Djokovic of Serbia and his coach Marian Vajda (L) attend a training session prior the 2015 French Open tennis championships at the Roland Garros stadium in Paris on May 20, 2015. AFP PHOTO / MIGUEL MEDINA (Photo credit should read MIGUEL MEDINA/AFP/Getty Images)

Marian Vajda revelou, em entrevista ao Bernerzeitung, as palavras que dirigiu a Novak Djokovic em abril, quando voltaram a trabalhar juntos. “Tu tens o que precisas dentro de ti. Agora temos de voltar a encontrar as nossas rotinas novamente. Temos de fazer frente a esses momentos complicados.”

Com Novak lesionado, Vajda sabia que a condição do seu pupilo, conjugada com a falta de competitividade, representava um forte entrave para a recuperação física de Nole. “Faltava-lhe algo a nível físico. Ele treinava-se, mas fazia-lhe falta a dureza dos jogos. Agora, em termos musculares está muito melhor.

Mas nem só o físico preocupava Marian. Havia algo mais que Djokovic teria de superar. “O mais importante era o mental. A grande questão era: durante quanto tempo ia ele aguentar a perder? Ele precisava de vitórias.”

O momento de mudança chegaria após a derrota de Novak frente a Marco Cecchinato em junho. “Dois ou três dias depois de Roland Garros, ele ligou-me e disse-me: ‘Marian, decidi jogar.’ A dúvida era se ele jogaria Halle ou Queens, antes de Wimbledon. Escolhemos o Queen’s Club, e quando pisou a relva pela primeira vez, esqueceu-se de tudo o que aconteceu antes. De repente, ele sentiu-se bem. Embora tenha perdido a final para o Cilic, esse torneio deu-lhe muita confiança.”

Nuno Fonseca