Kyrgios explica desistência de última hora: «Não vou colocar em risco o US Open por um ATP 250»

Por Nuno Chaves - Agosto 23, 2021

O insólito aconteceu quando minutos antes de arrancar o duelo entre Nick KyrgiosAndy Murray, o australiano não entrou em court devido a uma lesão no joelho esquerdo.

Em pouco tempo, Murray não tinha adversário para a primeira ronda em Winston-Salem mas certo é que depois Noah Rubin lá acabou por aceitar e entrar em court com o estatuto de lucky loser.

Ora, horas depois, Kyrgios explicou o porquê de ter desistido. “Estou há um par de semanas a sentir algo no meu joelho esquerdo e, sinceramente, ter jogado só ia piorar com o US Open ao virar da esquina. Ter jogado nestas instalações, que são geniais e frente ao Murray, que é um amigo meu, ia ser espetacular mas tenho de olhar para o meu corpo, tenho um Grand Slam na próxima semana e devo ser cauteloso. Vou fazer trabalho de recuperação para estar pronto na próxima semana”, admitiu.

E se o australiano pudesse ter deixado alguma dúvida sobre a sua participação no US Open, logo a seguir não quis mesmo deixar margem para dúvidas.

“Vou jogar a 100%. A minha temporada não terminou aqui. Mas vou pressionar-me para jogar um ATP 250 ou vou preparar-me bem para um Grand Slam que é o que trabalho toda a minha carreira? Em criança sonhas sempre jogar os Grand Slams, não vou colocar isso em risco por um ATP 250. Quero ter as melhores opções lá. Estou com confiança em ir a Nova Iorque e jogar bem. Só preciso de mais tempo” concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.