Kyrgios: «Estou a crescer como pessoa, tive que me sentar e pensar no que me faz feliz»

Por Nuno Chaves - 2 Dezembro, 2018

Depois de um ano claramente abaixo das expetativas, Nick Kyrgios volta a ser uma das grandes esperanças para a próxima época. O australiano de 23 anos contratou dois psicólogos, com o objetivo de se focar em definitivo na modalidade.

Em declarações ao Brisbane Times, explicou o porquê de uma época pouco feliz. “As longas jornadas fora de casa, jogar torneios desnecessários e forcar-me em coisas que não importam foi o que me esgotou esta temporada. Estive em alguns lugares e momentos escuros este ano”, refletiu o jogador de Camberra.

Kyrgios já se encontra a preparar a nova época e até ao momento, as coisas têm corrido bem. “Estou a ver psicólogos para tentar melhorar a minha saúde mental e creio que estou a crescer como pessoa”.

“Tive que me sentar e pensar no que me fez feliz estes anos. Abri os olhos ao ver crianças que não têm a oportunidade de fazer desporto, deu-me vontade de os ajudar. Aí foi onde descobri que era o que precisava para ser feliz”, afirmou Kyrgios, que criou a Fundação NK.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.