Kyrgios após a derrota com Raonic: «Nunca vi ninguém a servir daquela forma na minha vida»

Por Nuno Chaves - 15 Janeiro, 2019

Nick Kyrgios voltou a desiludir ao ser eliminado logo na primeira ronda do Australian Open, frente ao canadiano Milos Raonic. O australiano, que teima em ficar consistente no circuito, vai sair do top 60 na próxima atualização do ranking e as questões em relação a se vai mesmo impor em campo todo o seu potencial voltam a subir de tom.

O jogador de 23 anos, que se sentiu dores no joelho durante o embate, começou por admitir que isso não foi um fator determinante. “Essa não foi a razão pela qual perdi. Ele jogou de forma incrível. Serviu de forma incrível. Nunca vi ninguém servir daquela forma na minha vida. Foi literalmente ver e andar de um lado para o outro. Tentei fazer tudo”, referiu em conferência de imprensa.

“Ele esteve com um muito bom ritmo no serviço. Não pude fazer nada. Foi demasiado bom, sempre que eu respondia, ele subia à rede. O volei dele foi incrível”.

Sobre o seu ranking mais baixo – vai ter que começar, inclusivamente, a jogar qualifyings em Masters 1000 -, Kyrgios desvalorizou. “Eu sabia que podia defrontar qualquer um no quadro. É o perigo de não ser cabeça-de-série. Não estou chateado, sinceramente. Ele foi muito bom. É um jogo de ténis. Perdi, tudo bem”, concluiu o bad boy do circuito.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.