Kyrgios admite: «Sinto uma pressão extra quando jogo na Austrália»

Nick Kyrgios está prestes a iniciar a sua temporada de 2018. O jovem australiano, que se encontra em Brisbane para disputar o torneio de categoria 250, está de regresso à competição, após ter terminado mais cedo o ano de 2017 devido a uma lesão na anca, que o atormentou durante grande parte da época.

Pronto para voltar aos courts, o número 21 mundial esclarece a sua condição física. “A dor na anca está melhor. Fui a Melbourne há umas semanas e treinei com miúdos e senti-me bastante bem. Trabalhei muito e felizmente encontro-me muito bem fisicamente para este arranque de temporada. Estive a fazer reabilitação todos os dias para tentar que essas dores não apareçam no futuro”, frisou o tenista de 22 anos.

As prestações de Kyrgios na Austrália têm ficado um pouco abaixo do esperado. O bad boy do circuito admite que sente uma pressão extra ao jogar em casa. “Obviamente que existe uma pressão pelo facto de jogar em casa, pois esperam-se muitas coisas boas de mim. Todos os tenistas australianos querem jogar bem perante os nossos aficionados mas o importante é a regularidade da temporada. Não serve de nada ter bons resultados aqui e depois não estar ao melhor nível no resto do ano”, referiu Nick.

E com a NextGen a ter um papel tão importante na última época, o australiano mostra-se satisfeito com a preponderância da nova geração. “Há jogadores mais novos que eu que estão a conseguir coisas mais importantes. Encanta-me ver tenistas jovens a virem lá do fundo e a jogar assim tão bem. Rapazes como o Tiafoe ou Rublev estão a jogar um ténis espetacular e é muito emocionante vê-los em ação. Têm todos um grande potencial para chegar longe”.

Sobre os objetivos para o novo ano, Nick Kyrgios é claro: “Peço saúde e bons resultados. Sei que vão haver alguns altos e baixos durante o ano, mas com sorte, vou conseguir seguir em frente. Espero que 2018 corra melhor que o ano passado”, concluiu o jovem talento, que vai defrontar Matthew Ebden na estreia do ATP 250 de Brisbane.