Kristyna Pliskova bate recorde de ases (31!) mas… acaba eliminada

Kristyna Pliskova, irmã gémea da número 11 mundial Karolina Pliskova – que tal como a irmã foi número um mundial de juniores – , entrou esta quarta-feira para a história ao bater o recorde de ases no circuito feminino, num encontro em que até acabou derrotada diante da porto-riquenha Monica Puig, por 4-6, 7-6(6) e 9-7, na segunda ronda do Australian Open, após dispôr de cinco match points.

Pliskova, antiga campeã de Wimbledon em juniores, que havia derrotado a estrela local Samantha Stosur na primeira ronda, disparou 31 ases diante da porto-riquenha, superando o anterior recorde – 27 ases, de Sabine Lisicki, na segunda ronda do torneio de Birmingham, em 2015.

“É um recorde que não me diz nada. Preferia ter feito menos 10 ases e ganhar o encontro. Estou desapontada”, confessou no final do encontro, questionada sobre o seu novo feito.

Recorde-se que Karolina Pliskova, irmã gémea da Kristyna, foi a tenista com mais ases em 2015.