Kohlschreiber ‘ressuscita’ e surpreende Karatsev, Monfils diz adeus e Schwartzman passeia

Por Bola Amarela - Junho 3, 2021
kohlschreiber

Velhos são os trapos! Outrora um perigo em torneios do Grand Slam, Philipp Kohlschreiber parecia estar a arrastar-se para o final da carreira sem brilho, mas deu um safanão nessa ideia com uma gigantesca surpresa em Roland Garros. É que, aos 37 anos, o número 132 do ranking ATP deixou Paris em choque, ao eliminar o russo Aslan Karatsev, que desceu à terra diante da experiência do alemão.

Kohlschreiber venceu com os parciais 6-3, 7-6(4), 4-6 e 6-1, com uma eficácia tremenda nos momentos decisivos. Basta dizer que o alemão salvou quatro dos cinco pontos de break que enfrentou e aproveitou os três que teve na mão para superar Karatsev. O que mais surpreendeu foi mesmo o facto de ter arrasado no quarto set, quando tudo indicava que o russo estava preparado para fazer a plena recuperação no marcador. Ainda mais chocante é o facto de Kohslchreiber ter entrado em Roland Garros com duas vitórias em quadros principais do ATP Tour desde o início de… 2020.

O próximo adversário de Kohlschreiber será o argentino Diego Schwartzman, que já sabe que terá vida difícil com o alemão. O argentino, no entanto, mostrou-se em belíssima forma e desfez-se facilmente do desafio de Aljaz Bedene, ao fechar com os parciais 6-4, 6-2 e 6-4 para continuar a sua recuperação da melhor forma. Ainda assim, os 55 (!) erros não forçados do esloveno ajudaram…

Quem se despediu e deixou o ténis francês ainda mais preocupado foi Gael Monfils. O gaulês deixou a representação gaulesa nas mãos de Richard Gasquet – vai defrontar Nadal… -, depois de ser travado pelo surpreendente sueco Mikael Ymer, que triunfou por 6-0, 2-6, 6-4 e 6-3, aproveitando também as dificuldades física que o experiente francês foi sentindo o longo do encontro.

Bola Amarela