Kicker admite ter vendido um jogo: «Arruinei a minha carreira»

Por Bola Amarela - Janeiro 17, 2020
kicker

Nicolas Kicker, argentino de 27 anos que foi suspenso por três anos em 2018 (até 2021) depois de ter sido apanhado num esquema de resultados combinados, falou de forma aberta sobre a situação, lamentando ter arruinado a sua carreira quando esta estava num bom momento (94.º ATP).

Numa entrevista à Unidade para a Integridade do Ténis (TIU), que faz parte do seu processo de reintegração na modalidade, Kicker conta tudo. “Quando fui suspenso estava no top 100, senti que ia acabar o ano a top 50. Tinha chegado à terceira ronda do Australian Open, estava a jogar a Taça Davis. E suspenderam-me. Por um erro cometido em 2015, arruinei a minha carreira.”

kicker

Kicker não se esquece do dia em que cometeu o tal erro. “Lembro-me que estava muito nervoso, a obedecer a ordens. Tinha de mandar bolas foras de propósito e a minha atitude em court não era a habitual. Estava constantemente a olhar para o árbitro para ver se ele reparava. Foi horrível. Passei muito mal.”

Nicolas contou o que foi mais difícil em todo este processo. “Agora treino todos os dias sem saber quando vou voltar a jogar. O meu nome está manchado para sempre, mas o mais difícil foi ser honesto com o meu filho [tem 7 anos] e dizer-lhe a razão pela qual o pai já não jogava ténis”.

Bola Amarela