Khachanov joga muito rumo à final olímpica em Tóquio’2020

Por José Morgado - Julho 30, 2021
khachanov

O russo Karen Khachanov, de 25 anos e atual 25.º do ranking ATP, vai jogar este domingo a final mais importante da sua carreira, depois de estar sexta ter garantido acesso ao encontro da medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, garantindo para o Comité Olímpico da Rússia, na pior das hipóteses, uma inédita medalha de prata para a carreira do jovem de Moscovo.

Depois de uma primeira metade de 2021 para esquecer, Khachanov, que já tinha sido quartofinalista de Wimbledon, derrotou esta sexta-feira o espanhol Pablo Carreño Busta, número 11 ATP, nas meias-finais, por 6-3 e 6-3, com uma exibição perfeita, confirmando assim o melhor momento da sua carreira a par do título no Masters 1000 de Paris em 2018.

Khachanov espera na final de domingo pelo vencedor da segunda meia-final de singulares, entre o sérvio Novak Djokovic, número um ATP, e o alemão Alexander Zverev, quinto colocado. Carreño espera pelo mesmo encontro mas para conhecer o derrotado com quem lutará pelo bronze.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.