Kenin e o triunfo no Australian Open: «O meu sonho tornou-se realidade»

Por Tiago Ferraz - Fevereiro 7, 2020
kenin

A jovem tenista norte-americana Sofia Kenin deu uma entrevista à plataforma oficial WTA onde abordou as emoções que viveu após a conquista do Australian Open naquele que foi o primeiro Grand Slam da carreira.

Kenin, de apenas 21 anos, venceu a espanhola e antiga número um mundial Garbine Muguruza na grande final e diz como se sente atualmente:

«Estou nas nuvens, não acredito naquilo que consegui. O meu sonho tornou-se realidade e é realmente emocionante. Foi difícil gerir as minhas emoções nos momentos mais importantes do encontro, houve momentos em que exteriorizei demasiado a ansiedade que sentia, mas por sorte esse facto não teve influência no meu rendimento», assegurou.

Sofia Kenin reconheceu ainda que os nervos tomaram conta de si no último jogo antes da conquista do título:

«No último jogo estava com os nervos à flor da pele. Foi menos mau porque ela cometeu duas duplas faltas…Porque eu tinha vontade de chorar ao pensas no quão perto eu estava de conseguir algo tão importante», disse.

A jovem norte-americana deu ainda o exemplo de Naomi Osaka e de Bianca Andreescu que também tiveram sucesso em torneios do Grand Slam:

«Antes de cada encontro sentia que era o meu momento e que podia estar num ponto de viragem. Fico emocionada por ter estado com o meu pai e ter sentido que ele está orgulhoso de mim. Comentamos o quão incrível seria viver o que viveram Naomi (Osaka) e a Bianca (Andreescu) nas temporadas anteriores e ainda me parece mentira ter conseguido tal feito. Sinto-me muito honrada de ter escrito  o meu nome num palmarés com tantos campeões», disse.

Kenin aproveitou a ocasião e dedicou o título à família:

«Dedico este êxito à minha família. São eles que acreditam em mim em todos os momentos. Tenho a sensação de que ninguém contava comigo para vencer o título e, com o que consegui, não fiz mais do que demonstrar que tenho muito potencial e que todo o meu trabalho teve a sua recompensa», concluiu.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.