Fúria americana: seis novos ‘recordes’ pessoais no top 100 ATP

Por José Morgado - Janeiro 30, 2023

Foram conhecidos esta segunda-feira os novos rankings mundiais, sendo que do lado masculino, para além do regresso ao topo do Mundo de Novak Djokovic, o grande destaque vai para a enorme quantidade de tenistas norte-americanos que atingiram novos máximos pessoais de classificação na sequência do Australian Open 2023, muito por ‘culpa’ de prestações impressionantes na prova, como foram o caso de Tommy Paul, Sebastian Korda, Ben Shelton, Michael Mmoh e JJ Wolf, por exemplo. Atualmente, 20 por cento (10) do top 50 mundial é composto por tenistas de terras de Tio Sam, algo que não se via desde os anos 90!

Entre os restantes destaques estão Holger Rune, cada vez mais consolidado no top 10 ATP, e Jiri Lehecka, que saltou para dentro do top 40 e vem a Portugal jogar a Davis esta semana.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt