Fognini: «A minha 1.ª paixão foi o futebol, mas o ténis deu-me tudo na vida»

Por Tiago Ferraz - Maio 4, 2020
fabio-fognini
Foto: Reuters

O tenista italiano Fabio Fognini escreveu ao Behind The Racquet onde abordou alguns temas importantes da sua carreira e revela a modalidade que o apaixonou antes do ténis:

“A primeira paixão da minha vida foi o futebol. Havia momentos em que preferia jogar futebol, mas é difícil dizer algo assim quando foi o ténis que e deu tudo na vida. É difícil porque agora o ténis é o meu trabalho, não é uma modalidade desportiva. O futebol é a minha modalidade favorita e vejo jogos sempre que posso. O futebol é incrível, mas o ténis deu-me responsabilidade uma vez que, para mim, (a reação) é igual se ganhar ou se perder”, revela, citado pelo Punto de Break.

O tenista transalpino revela ainda a parte mais difícil do ano e surpreende:

“A pior parte do ano para mim é a que ocorre entre dezembro e janeiro quando se aproxima o momento de voltar. Tenho uma pré-temporada longa, vejo os meus amigos, mas depois nos últimos dias antes de ir embora sinto-me mal, fico com suores frios, com febre, mas digo a mim mesmo que está tudo bem. Foi assim durante os últimos dez anos. Isto acontece porque, depois de estar em casa com os meus amigos e família parece que estou a viver uma vida à parte”, disse.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.