Federer sem dúvidas: «Estes courts de Cincinnati são mais rápidos que os de Wimbledon»

Por Nuno Chaves - 16 Agosto, 2019

Roger Federer caiu com estrondo nos oitavos de final do ATP 1000 de Cincinnati, após ceder para o russo Andrey Rublev, numa exibição onde se apresentou bem longe do seu melhor.

Em conferência de imprensa, o suíço falou sobre as condições de jogo no Ohio. “As sessões diurnas são muito rápidas. Há uma leve brisa e o calor faz com que a bola bata muito e regresse depressa. Quando queres atacar bem e se o que procuras é ritmo frente a alguns jogadores, não vais conseguir, porque são capazes de ditar o ritmo das trocas de bolas”, explicou o número três mundial.

“O Rublev é um desses jogadores. Sim, as sessões de meio do dia são bastante duras, especialmente na América do Norte. Gosto das condições, por isso, é uma pena. Estes courts são mais rápidos que Wimbledon só pelo simples facto com que a bola bate no chão. Quando bate, é muito mais difícil de controlar, é difícil baixar para pegá-la, enquanto que em Wimbledon vem tudo à altura da cintura e é mais fácil de controlar”, explicou o helvético de 38 anos.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.