Federer: «Depois de vencer RG e Wimbledon em 09′ pensei que ia acabar a carreira»

Por Tiago Ferraz - Julho 9, 2020
Federer-Wimbledon

O tenista suíço Roger Federer deu uma entrevista ao ‘Zeit’ e a outros órgãos de comunicação social onde falou um pouco daquilo que tem sido a sua carreira até ao momento.

“Sinto que estou na fase de despedida desde que venci Roland Garros em 2009. Depois disso, venci logo Wimbledon numa final épica diante de Andy Roddick e as minhas filhas nasceram. Pensei “acabou”. Depois deste verão, acabou. Ainda assim, percebi que tinha apenas 28 anos e que ainda tinha muito para fazer no mundo do ténis. Ainda desfrutava de jogar ténis, mas a verdade é que me tivessem dito que aos 38 ou 39 anos continuaria a jogar ténis, depois de operações ao joelho, eu diria: “Estão loucos??”, disse.

Roger Federer revela ainda que tem mais coisas para fazer no mundo do ténis:

“Penso que ainda tenho coisas para fazer. Este ano faço 39 anos, terei 40 no ano que vem. É uma loucura pensar que já tenho mais de 23 anos no circuito. Passou tudo muito depressa. (…) Sinto-me muito agradecido por continuar a ter a paixão para continuar a jogar”, revela, citado pelo Punto de Break.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.