Federer admite que jogou mal mas foge ao assunto: «O que interessa não são os meus erros, mas sim ele fazer história»

Por Nuno Chaves - 19 Agosto, 2018

Roger Federer falhou este domingo o oitavo título no ATP 1000 de Cincinnati. O suíço perdeu para o rival Novak Djokovic após uma exibição marcada pelos inúmeros erros não forçados.

Ainda em court, o número dois mundial felicitou o futuro número seis mundial.“Parabens ao Djokovic por ter feito história. Parabéns não só por esta semana, por hoje mas sim por toda a carreira. Chegar a este ponto da carreira é um feito impressionante”.

Sobre a sua prestação na prova, Federer estava satisfeito.“Foi uma boa semana, com muita chuva. Tive uma grande semana, queria agradecer a toda gente e custou-me muito falhar as últimas duas edições em Cincinnati”.

Já em conferência de imprensa, o tenista de 37 anos recusou falar dos seus erros não forçados e sim… valorizar o feito de Djokovic. “O Novak é um grande campeão e esta conferência de imprensa deve ser sobre isso, não sobre as minhas respostas falhadas aos segundos serviços. É sobre ele fazer história, é a minha opinião”, frisou o helvético.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.