Ex top 12 mundial sem dúvidas: «Federer terá um 2021 muito complicado»

Por Tiago Ferraz - Dezembro 2, 2020
federer-treino

O antigo número 12 mundial Paolo Bertolucci deu uma entrevista recente onde falou dos principais destaques da temporada de 2020 e projetou a de 2021:

“Para mim, na parte superior da tabela destacaria Jannik Sinner, Daniil Medvedev, Rafael Nadal e Dominic Thiem. Os quatro tenistas tiveram altos e baixos. Também incluiria nesta lista de altos e baixos Matteo Berrettini e Stefanos Tsitispas. Em 2020 Matteo Berrettini teve problemas físicos que não o deixaram jogar em perfeitas condições. Tudo o que lhe desejo para 2021 é saúde e que ele possa voltar ao nível a que esteve em 2019”, salientou.

Bertollucci falou ainda daqueles que, para si, foram os melhores encontros do ano:

“Houve encontros muito bons, mas os que me vêm agora à cabeça são os últimos que vimos no Masters de final de ano. Diria que houve três ou quatro muito bons: a final, de um nível excelente, mas também fiquei encantado com o encontro entre Dominic Thiem e Nadal e a meia-final de Thiem com Novak Djokovic. Nessa semana vimos um nível espantoso”, revelou.

O italiano fala ainda do Big Three e antecipa um ano complicado para o suíço Roger Federer:

“Acho que Djokovic porde superar Federer apesar do que vimos no US Open. O que estiver mais fresco dos três vai prevalecer, mas não me surpreenderia que houvesse um empate entre os três. Em terra batida teremos Dominic Thiem, mas se Nadal estiver saudável será favorito. Para Federer 2021 será um ano muito difícil uma vez que já passaram quatro temporadas desde o seu regresso triunfal na Austrália em 2017. Vai ter as suas oportunidades, mas veremos a que nível vai regressar depois das operações que teve”, ressalvou, citado pelo Punto de Break.

Recorde-se que Roger Federer tem vivido dias felizes fora dos courts depois de durante esta terça-feira ter anunciado e apresentado os seus bonés com a sua marca registada depois de ter vencido uma longa batalha judicial contra o seu anterior patrocinador.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.