Estatísticas de 2019 dizem que Nadal foi melhor em piso rápido que terra batida: será que Rafa pensa assim?

Por Nuno Chaves - Dezembro 28, 2019
nadal-paris-2019
Foto: EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON

Rafa Nadal, número um mundial, começa a entrar na fase final da sua preparação para mais um ano, depois de uma época marcada pelo sucesso absoluto.

Para se ter uma noção, o espanhol teve uma melhor percentagem de vitórias em piso rápido (91%) que em terra batida (88%), mas ainda assim, Rafa continua com uma certeza. “Não, não, continuo a ser melhor em terra batida”, brincou, em entrevista ao L’Equipe.

“As estatísticas são as que são, mas foi tudo mais fácil depois de ter vencido em Roma e Roland Garros. Também tive de me retirar nas meias-finais de Indian Wells contra o Federer e de Paris-Bercy contra o Shapovalov. Podia ter perdido mais dois jogos, o que já mudava os números”, admitiu o líder do ranking ATP.

“Vendo as coisas por outro ponto de vista, a minha percentagem em terra batida também podia ter sido melhor este ano, mas cheguei à época com más experiências em Acapulco e Indian Wells. Resumindo, estando a 100% creio que tenho mais opções de ganhar em terra batida que em piso rápido”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.