Escândalo em Sarasota: jogador argentino foi roubado em pleno torneio

Por José Morgado - 22 Abril, 2019
collarini

Andrea Collarini, tenista argentino que esta semana ocupa o 341.º posto do ranking ATP, viveu esta semana uma situação muito delicada no Challenger de Sarasota, nos Estados Unidos, posteriormente denunciada nas redes sociais. O jogador de 26 anos, que nasceu em Nova Iorque mas representa a Argentina, foi roubado durante o torneio norte-americano por um homem que diz ter sotaque português.

“Depois de ganhar o meu encontro da terceira ronda, fui tomar banho. Depois disso saí do balneário durante dois minutos para pedir fisioterapeuta. Quando regresso, vejo um homem a mexer no meu saco.  Em choque, fi-lo devolver o que na altura me estava a roubar (duas meias sujas e um punho), mas durante este período vi que o meu saco estava todo remexido e tentei ir atrás do homem. A pessoa que me roubou tinha credencial do torneio, mas ninguém o conhecia”, confessou Collarini, que depois detalhou a gravidade da situação.

É que o argentino perdeu muito mais do que um par de meias. “Roubou-me duas raquetas, duas camisolas de jogo, dois calções de jogo, dois bonés, dois pares de meias e uma caixa com 25 punhos”, contou o jogador, que viu todo o seu restante torneio — e a restante digressão sul-americana, já que ficou sem boa parte do material — prejudicado.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.