Djokovic rendido aos Açores: «A comida é incrível e as pessoas também!»

Por José Morgado - Julho 4, 2023

Novak Djokovic regressou à competição esta segunda-feira com uma vitória tranquila em Wimbledon e no final do encontro falou das últimas semanas, que mereceram uma passagem pelos Açores logo após conquistar o seu 23.º título de Grand Slam em Roland Garros. O sérvio de 36 anos confessou ter adorado a semana que passou em Portugal.

“Adorei os Açores e o tempo de qualidade que passei com a minha mulher. As ilhas são muito bonitas, ainda que muito longe umas das outras. A comida é incrível e as pessoas também. Foi muito bom e estava mesmo a precisar depois das emoções que vivi na época de terra batida. Nos Açores nem peguei nas raquetas. Fui fazendo recuperação ativa”, confessou.

Leia também:

Djokovic voa em segurança e soma 29.ª vitória seguida em Wimbledon

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt