Djokovic: «Quero que os meus grandes rivais se venham despedir de mim quando me retirar»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Outubro 3, 2022

Um dos momentos mais marcantes da temporada — quem sabe da história… — foi o final da carreira de Roger Federer. Tratou-se de um acontecimento emocionante para todos aqueles que o presenciaram, com o suíço em lágrimas junto dos seus maiores rivais. Ora, depois de viver tudo isso, Novak Djokovic confessa que gostava de ter um adeus parecido.

“Estou certo de que a minha mãe vai chorar imenso. Ainda falta muito tempo para terminar a carreira. Não estou perto de me retirar nem penso muito nisso. Roger teve uma despedida linda na Laver Cup. Estivemos todos ali com a sua família, para dizer adeus a uma pessoa que deu muitíssimo a este desporto. Foi um evento magnífico e não tenho dúvidas de que foi muito especial para ele. Quero que os meus grandes rivais se venham despedir de mim quando me retirar”, confessou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.