Djokovic: «Estas condições são das mais difíceis em que alguma vez joguei»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 24, 2021
novak-djokovic

Novak Djokovic entrou no torneio olímpico, onde tem tanto em jogo, com uma vitória simples sobre Hugo Dellien. Nada tranquilo foi, no entanto, lidar com as condições de extremo calor e humidade que se fizeram sentir em Tóquio, algo que o número um do mundo não consegue compreender. Aliás, Djokovic vai mesmo ao ponto de afirmar, tal como Daniil Medvedev, que algo devia mudar nos próximos dias.

“Foi o dia mais quente até agora e a humidade é brutal. Está muito calor, mas também há humidade e os hard courts absorvem o calor e fica ali tudo. Não havia vento nem brisa. As condições são mesmo difíceis, das mais difíceis em que alguma vez joguei. É esgotante especialmente quando faz sol. Não entendo por que é que não se atrasou o início dos primeiros encontros, até porque a transmissão televisiva não é desculpa, já que pela diferença horário seria melhor para a Europa e para a América”destacou o líder do ranking mundial.

Ainda assim, Djokovic saiu satisfeito pelo que mostrou diante de Hugo Dellien, ainda que se trate de uma fase muito prematuro da luta pelas medalhas olímpicas. “Estou contente por ter superado o primeiro obstáculo. Fui sólido. Podia ter sido melhor, mas para primeiro encontro estou satisfeito. Joguei o suficiente para ganhar, mas sei que posso fazer melhor. Houve momentos que foram melhores nos treinos dos dias anteriores, mas isso é algo expectável porque num encontro a história é diferente. Por muita experiência que tenha, estes são os Jogos Olímpicos. As expectativas, a pressão de começar, de jogar bem, ao nível que queres… Mesmo assim, 6-2 e 6-2 no fim e sem muito tempo em court”rematou na sua análise.

Djokovic entra com vitória fácil nos Jogos Olímpicos

Pedro Gonçalo Pinto