Djokovic e o caso Zverev em Acapulco: «A desqualificação foi a decisão correta»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 23, 2022

Novak Djokovic não passou ao lado da notícia mais forte do dia. Alexander Zverev foi desqualificado do ATP 500 de Acapulco depois de quase agredir o árbitro na sequência da derrota no encontro de pares ao lado de Marcelo Melo. O alemão perdeu a cabeça devido a uma chamada no match tie-break e descarregou com a raquete na cadeira do juiz, algo que lhe valeu posteriormente a expulsão do torneio, algo que aceitou e pelo qual pediu desculpa.

Ora, Djokovic foi questionado sobre o tema e salientou esse reconhecimento de culpa. “Vi o vídeo e vi as declarações do Sascha. Ele disse tudo: percebeu que cometeu um erro. Entendo a frustração, há vezes em que sentes muitíssimas emoções e há muitas coisas que te passam pela cabeça no calor da batalha. Já cometi erros no passado. Entendo aquilo por que ele estava a passar mas, claro, não justificou a sua ação. Creio que lidou com a situação, ao ver as declarações, de maneira correta”, começou por explicar no Dubai.

Sobre o facto de a pena se ajustar, Djokovic não mostrou dúvidas. “A desqualificação foi a decisão correta. Ser desqualificado de um torneio é duro para qualquer um. Há um ano e meio eu fui desqualificado [do US Open], embora por algo que não foi parecido, e o que se faz é perceber que se cometeu um erro e admitir. Espero que possa refletir e que não se volte a passar. Estou certo de o vai aceitar com maturidade”, sentenciou.

https:\/\/bolamarela.pt//bolamarela.pt//bolamarela.pt/oficial-zverev-desqualificado-de-acapulco-apos-quase-agredir-arbitro/

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.