Djokovic confirma que joga no Dubai e “espera por decisão” sobre EUA

Por José Morgado - Fevereiro 22, 2023
djokovic-belgrado

Novak Djokovic, número um do Mundo e campeão do Australian Open em 2023 — o seu 22.º título de Grand Slam — tinha anunciado uma conferência de imprensa para esta quarta-feira em Belgrado, mas a montanha acabou por parir um rato. O ‘evento’ não só começou muito atrasado (quase duas horas) como também não foi uma conferência de imprensa, mas mais um momento de confraternização pós treino com dezenas de jornalistas, onde foram celebradas as 377 semanas do sérvio de 35 anos no topo da classificação.

Entre as poucas novidades dadas, Djokovic confirmou que vai disputar o ATP 500 do Dubai, que arranca na segunda-feira. “Viajo amanhã para o Dubai. Tenho treinado bem, a recuperação está a correr da melhor forma e estou quase a 100 por cento. Em relação aos Estados Unidos, ainda guardo notícias sobre se poderei competir em Indian Wells e Miami. Tenho o apoio dos diretores dos dois torneios e fiz tudo o que legalmente poderia fazer para ter a aprovação. Espero que quem toma as decisões possam também apoiar-me nisto”.

Djokovic deixou ainda algumas palavras sobre Carlos Alcaraz, o jogador que está mais próximo de lhe voltar a tirar a liderança do ranking ATP. “É um jogador e uma pessoa incrível, especialmente para tão tenra idade. Se voltar a ser número um será totalmente justo. A liderança do ranking não é a minha prioridade neste momento”, assegurou o sérvio, que afirmou ainda querer voltar a defrontar Nadal em Roland Garros. “É o meu maior rival”.

Djokovic encabeça na próxima semana o elenco do ATP 500 do Dubai, que conta ainda com Andrey Rublev, Felix Auger-Aliassime e Daniil Medvedev, entre outros.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt