Del Potro admite não se ter preparado da melhor maneira para Delray Beach devido à separação com a namorada

Juan Martin Del Potro está de regresso à competição. O tenista argentino, que não jogava desde o Open da Austrália, encontra-se nos Estados Unidos a disputar o ATP 250 de Delray Beach, sendo que se estreou com um triunfo diante de Jeremy Chardy.

A Torre de Tandil, que garantiu o regresso ao top 10, algo único, fruto da longa ausência no circuito devido a cirurgias no pulso, admite estar feliz com o feito, mas sempre com olhos no futuro. “Estou feliz por ainda jogar ténis, depois de todos os problemas. Nunca pensei regressar ao top 10 depois de todas as cirurgias. É muito bom estar nesta elite mas ainda tenho coisas para melhorar”, frisou.

Depois de nos últimos dias ter vindo a público a separação de Del Potro com a namorada, o tenista de 29 anos, confessou não se ter preparado da melhor maneira. “Para este torneio, sinceramente, não tive a melhor preparação por questões pessoais que estou a viver. Ainda assim, certamente que estarei melhor aqui, do que na Austrália”, comentou o número 10 mundial.

Sobre a liderança de Roger Federer no ranking ATP, o argentino felicitou o seu amigo. “O Roger está onde merece estar e onde o mundo do ténis o quer ver também. É grandioso o que ele conquistou uma vez mais e é incrível que continue a ganhar tanto como quando tinha 25 anos. Como colega e amigo fico muito feliz por ele”, concluiu.