CoCo Vandeweghe quis deixar de jogar no ano passado

Por José Morgado - 10 Fevereiro, 2019

CoCo Vandeweghe, antiga top 10 mundial, tem vivido meses de verdadeiro pesadelo na sua carreira, com múltiplas lesões a atirarem-na primeiro para fora do top 100 WTA e depois… para longe dos courts. A norte-americana, que ainda nem sequer se estreou em 2019, confessou que em 2018 chegou mesmo a pensar abandonar a modalidade.

“A temporada de 2018 foi horrível. Não havia nada que me motivasse, andei deprimida, triste e esgotada mentalmente por uma série inesgotável de fatores. Isso foi estranho, tendo em conta que tinha acabado de sair do melhor ano da minha vida”, admitiu Vandeweghe, em declarações ao ‘Tennis.com’.

CoCo, que em 2018 ainda ganhou um Grand Slam, os pares femininos do US Open, admite que ter jogado a segunda metade da temporada limitada. “Talvez devesse ter parado e não piorava a minha lesão. Mas quem me pode acusar de ter competido na segunda metade de 2018 quando ganhei um Grand Slam? É certo que não foi de singulares, mas foi muito importante…”

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.