Carbonell: «Ninguém vai querer saber da Laver Cup quando o Federer se retirar»

Por José Morgado - 30 Novembro, 2018
laver cup

Tomas Carbonell, dirigente da Federação espanhola de ténis e o homem que votou pelo país vizinho a favor da reforma da Taça Davis, mostrou-se esta quinta-feira bastante tranquilo em relação ao possível impacto que a Laver Cup poderá ter no futuro da Davis.

“O que é a Laver Cup? A Laver Cup não é nada. Vale zero. É um formato que vive pelo facto de Roger Federer jogar. Onde quer que ele vá, os estádios enchem. Mas quando ele se retirar… que valor vai ter a prova? Penso que ninguém vai querer saber disso. Quem anda no ténis sabe que este tipo de exibições dura menos tempo do que qualquer outro torneio”, disparou Carbonell, sem rodeios.

Carbonell defende o novo formato da Davis e os seus três compatriotas — Gerard Piqué, Galo Blanco e Albert Costa — que estão na organização. “Sei que eles vão dar tudo para que a prova seja memorável e acho que o formato é excelente”, desabafou o dirigente Federativo do país vizinho.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.